QUEREMOS CRECHE – Ato Público – 29 de outubro

ato_creche

Por que lutamos?
Manifesto do Movimento de Creche da Unifesp-Guarulhos

O direito à educação infantil foi uma conquista do movimento feminista popular, protagonizado por mulheres trabalhadoras que não tinham onde deixar seus filhos. Nesse processo, perceberam o quanto são historicamente sobrecarregadas em relação ao cuidado e educação das crianças, e passaram a exigir e conquistar da sociedade e do Estado, o direito da criança ao acesso e permanência na educação básica.

O atendimento de crianças entre 0 e 5 anos de idade em creches e escolas de ensino infantil é um direito, mas na prática vemos a sua total violação. Hoje, no Brasil, são mais de 8 milhões de crianças de até 3 anos sem vaga nas creches públicas. Segundo matéria publicada na Folha Metropolitana, em Guarulhos esse déficit alcança 5,5 mil crianças sem vagas (em 2013). Além disso, os horários estão cada vez mais reduzidos. As EMEIs e Creches de Guarulhos tem horários de atendimento que não correspondem a necessidade dos pais e mães trabalhadores que tem, no mínimo, uma jornada de trabalho de 8 horas por dia, em horários diversos, para que isso também se reflita na qualidade de vivência com os pais, levando em conta a importância desse tempo familiar.

Indo além, precisamos exigir uma educação infantil de qualidade, que garanta uma formação e um desenvolvimento saudável para as crianças, o que não pode ser possível em ambientes superlotados, minúsculos, sem um projeto pedagógico emancipador, e péssimas condições de trabalho de educadores, pedagogos e funcionários.

O Movimento pela Creche da Unifesp nasce na universidade, diante da violação do direito das mães e pais poderem estudar em uma universidade pública com a garantia de permanência, mas entendemos que a garantia desse direito transborda seus muros, e que precisa ser acessado por todas as mães e pais, trabalhadores, estudantes e/ou desempregados. Não só como uma forma dessas mães e pais poderem trabalhar, mas para que também possam acessar o ensino público, que também é um direito.

Diante disso, convidamos todas/os para construir com a gente um Ato Público que será realizado dia 29 de outubro, com concentração às 16h, no campus provisório da Unifesp-Guarulhos, e que seguirá até a Prefeitura, com a pauta principal de exigir imediatamente a construção de creches de qualidade que atenda a toda a população de Guarulhos!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.