Carta do coletivo da ENESSO dentro da Unifesp sobre a questão da Transferência externa

Carta do coletivo da ENESSO dentro da Unifesp sobre a questão da Transferência externa:

Santos, 19 de dezembro de 2013.

À Coordenação do Curso e da Comissão do Serviço Social da Universidade Federal de São Paulo – Campus Baixada Santista.

O Serviço Social brasileiro possui um histórico de atuação muito peculiar e fortalecido quando sustentado pelas três entidades da categoria, a saber, Conjunto CFESS-CRESS, ENESSO e ABEPSS. Em nossa trajetória, empreendemos lutas conjuntas que tem garantido a defesa e o exercício de nosso Projeto Ético-político. Uma das mais incisivas lutas que possuímos na contemporaneidade se refere ao enfrentamento à precarização do ensino superior. O cenário político-econômico tem ameaçado a qualidade de nossa formação e agir na contramão disto, novamente, e felizmente, exige-nos unidade na luta.
Este tema constitui preocupação de nossas entidades tendo inclusive um Plano de Lutas Em Defesa do Trabalho e da Formação e Contra a Precarização do Ensino Superior e diversos outros documentos da profissão expressam essa inquietude. Isso se deve em sua maior parte a abertura dos cursos de Ensino à Distância – modalidade EaD – e também à precarização dos cursos presenciais das instituições de ensino privadas. O descompromisso das Instituições de Ensino com a formação profissional e a falta de controle e acompanhamento sistemático da expansão e prestação de serviços dessas instituições é preocupante: temos acompanhado casos de endividamento de estudantes que vislumbram neste nicho a democratização do ensino superior; profissionais sendo formado em instituições que não guardam compromisso com nosso projeto profissional e não atendem as diretrizes da ABEPSS; a perseguição de estudantes e docentes que se organizam e enfrentam este contexto, sendo criminalizados e respondendo a processos e sindicâncias; bem como a capilarização de grandes conglomerados de empreendimentos que gerem e respondem pelas universidades privadas se expandindo e fortalecendo-se.

A expansão da educação superior conta com o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni), que tem como principal objetivo ampliar o acesso e a permanência na educação superior, porém vem apresentado muitos entraves como um dos motivos nos levou greve de 2012 de 4 meses de paralisação a qual não abriu o processo de transferência e houveram desistência de estudantes que geram um numero grande de vagas osisas na universidade pelos dados do próprio edital de cerca de 1700 vagas e no âmbito do SS temos no vespertino apresenta numero considerável de vagas de 74 vagas osiosas.

Considerando esta conjuntura, enquanto estudantes de Serviço Social do Estado de São Paulo, que forma a Região VII da Executiva Nacional dos Estudantes de Serviço Social – ENESSO – viemos solicitar a intervenção da Coordenação e da Comissão do Curso de Serviço Social da UNIFESP Baixada Santista quanto às inscrições indeferidas no edital de Transferência Externa 2014. Os indeferimentos, nas condições em que ocorreram em sua maioria, devem-se justamente pelo cenário de precarização que temos enfrentado no ensino superior. Cientes do uso que teriam as documentações solicitadas pelos estudantes e exigidas pela UNIFESP as universidades privadas deliberadamente não emitiram e/ou dificultaram a obtenção da mesma. Ainda que tais dificuldades não tenham sido colocadas diretamente pela UNIFESP, não atuarmos no sentido de desmobilizar esta estratégia privatista, ou seja, revisar os indeferimentos considerando as inscrições que ainda não obtiveram toda a documentação necessária ou conseguiram protocolos, é coadunar com o projeto de precarização do ensino superior que está em curso. É permitir que estudantes de serviço social que intentam usufruir de seu direito a uma universidade pública, gratuita, laica e de qualidade socialmente referenciada tenham este acesso negado e sejam violados numa situação de completa injustiça promovidos também por esta instituição.

Diante disto, reiteramos nossa solicitação de que esta comissão, em consonância com nosso posicionamento, atue na perspectiva de alterar este contexto. Cumprimentamos a cada um e cada uma desta comissão,
Atenciosamente,

Executiva Nacional dos Estudantes de Serviço Social – ENESSO (Região VII – Estado de São Paulo).

Fonte: http://executivamess.wordpress.com/2013/12/21/carta-do-coletivo-da-enesso-dentro-da-unifesp-sobre-a-questao-da-transferencia-externa/

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.