ASSEMBLEIA GERAL do Campus Diadema

Convidamos a todos para participarem de uma ASSEMBLEIA GERAL do Campus, conforme calendário de atividades sugerido pelo GPE e aprovado na Congregação.

A Assembleia será no dia 26 de agosto, segunda-feira, das 14h – 18h (no máximo), no auditório do FLORESTAN FERNANDES.

A pauta da assembleia será:

1. Aluguel do prédio da Av. Alda.
2. Oferecimento de vagas em 2014/2015
3. O que fazer com o Morungaba
4. Segurança.

Pedimos que todos leiam com atenção qual será o formato da assembleia:

Parte 1: Introdução aos trabalhos e composição da mesa: Profa. Graziela Bianco (5min)

Parte 2: Apresentação dos possíveis cenários para o Campus com relação ao aluguel ou não do prédio da Av. Alda/ Entrada de alunos e Panorama Geral sobre a situação do Morungaba: Prof. Newton Andreo (15min)

Parte 3: Abertura para leitura de moções (40 min)
Serão lidas 8 moções de, no máximo, 5 minutos cada. Qualquer indivíduo, grupo de indivíduos ou representações poderão apresentar moções versando sobre os temas da pauta da assembleia. As moções deverão ser entregues à mesa, por escrito, após a leitura. Os interessados em apresentar moções, deverão comunicar a mesa no início dos trabalhos, para que se possa organizar a ordem de leitura. À critério da assembleia, mais moções poderão ser lidas, com o teto de 20 min.

Parte 4: Abertura para discussão (30 min)
Serão abertas inscrições livres, através de entrega de crachá (ou equivalente) na mesa. As falas serão organizadas por ordem de entrega do documento na mesa, e terão o tempo máximo de 3 minutos cada. Ao final das 10 intervenções a mesa delegará à assembleia a decisão de abrir ou não mais uma rodada de 10 inscrições. A assembleia poderá permitir a abertura de inscrições, em blocos de 10, por até 4 blocos (4x30min = 2h).
Não serão permitidos apartes e não será concedido direito de resposta. Solicitamos que não haja ataques a pessoas nas falas dos colegas e que a pauta da reunião seja respeitada, do contrário, a mesa poderá interromper a fala em curso.

Parte 5: Intervalo para que seja construído o documento que irá para consulta pública no dia 30 de agosto e que servirá como base para as decisões da Congregação na reunião de setembro (15-20min)

Parte 6: Destaques ao documento apresentado pela mesa. (10 min)

Parte 7: Votação do documento (5 min).

Tempo mínimo da assembleia: 2 horas.
Tempo máximo da assembleia: 4 horas, vale ressaltar que a assembleia é que será responsável por determinar o tempo de duração das Partes 3 e 4, cabendo à mesa apenas a condução dos trabalhos.

Se você quer opinar nas decisões que serão tomadas pelo Campus nos próximos meses, compareça e se faça ouvir.

Centros Acadêmic0s – Caueq Unifesp Engenharia Química e Centro Acadêmico Biologia Unifesp

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.