Ato estadual pela Revogação das Sindicâncias e contra a repressão policial na UNESP-Araraquara!

AMEAÇA DE REINTEGRAÇÃO DE POSSE E USO DE VIOLÊNCIA POLICIAL NA UNESP-ARARAQUARA!!

1187027_707585412600360_1200509925_n

Após carta enviada pelo Ministério Público em nome do antigo diretor da Faculdade de Ciências e Letras da UNESP-Araraquara, José Luiz Bizelli, pedindo a reintegração de posse da ocupação que se encontra em frente ao restaurante universitário, começaram as frequentes ameaças de reintegração de posse e repressão policial no campus.

Em congregação da unidade, realizada no último dia 19, diversos professores manifestaram sua intenção de utilizar a violência policial para retirar os ocupados, porém, após muita negociação, deliberaram por uma congregação extraordinária para discutir as pautas da ocupação com a condição de que se retirasse a ocupação, caso contrário irão utilizar da violência policial para realizar a reintegração de posse.

Fica claro que a repressão é uma máxima desta estrutura de poder universitária para lidar com o movimento estudantil. A ideologia do “VIGIAR e PUNIR” impera neste meio acadêmico!

Já por diversas vezes foi enunciado ao atual diretor, Arnaldo Cortina, que a pauta para a desocupação é a revogação da expulsão de seis pessoas expulsas da moradia universitária, sendo que estes estudantes expulsos possuem carência socioeconômica e estão impossibilitados de continuar estudando com esta punição. O que entra em contradição com o direito à permanência estudantil, garantido em lei e uma das principais bandeiras do movimento estudantil da UNESP.

Portanto o movimento estudantil da UNESP-Araraquara decidiu por desocupar o campus na tentativa de conseguir o atendimento mínimo das pautas da ocupação. Não acreditamos, contudo, que nossas pautas serão de facilmente alcançadas, por isso chamamos a todos para o:

ATO ESTADUAL PELA REVOGAÇÃO DAS SINDICÂNCIAS E CONTRA A REPRESSÃO POLICIAL NA UNESP-ARARAQUARA
SEGUNDA FEIRA (26 de agosto) ÀS 14 HORAS

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.