Ato contra a criminalização do M.E. na audiência dos processados da Unifesp

O movimento estudantil quando se levanta em defesa de melhores condições de ensino e permanência estudantil sofre sistemática repressão do Estado, Igrejas, Polícia e Justiça. A intervenção da P.M. e Tropa de Choque nas universidades se tornou corriqueira. Hoje, vemos o crescimento do número de estudantes sendo processados criminalmente ou administrativamente em diversas Universidades de todo o pais por lutarem contra esse aparato repressivo.

Chamamos o Movimento Estudantil Universitário e Secundarista do Estado de São Paulo e movimentos sociais a participarem do ato contra a repressão na Unifesp, dia 02/08 em frente à 4ª Vara da Justiça Federal em Guarulhos. Neste dia, 46 estudantes detidos durante a ocupação do Campus Guarulhos durante a greve de 2012 foram intimados a depor, uma clara criminalização do movimento social.

DIA: 02/08, sexta-feira, às 13 horas.

LOCAL:
Avenida Salgado Filho, nº 2.050, esquina com a Rua Carmela Antônia Fanganiello Cecchinato.Jardim Maia, CEP: 07115-000 – Guarulhos – SP – tel. 2475-8224 – 2475-8284

https://www.facebook.com/events/189076677933655

=================================================
Chamamos os movimentos também a participarem e somar forças na realização do Ato/Plenária contra a repressão. A terceira reunião dessa frente estudantil, de coletivos e de movimentos sociais acontecerá na Unesp Barra Funda. Acompanhe: http://dceheleniraresende.blogspot.com.br/.

DIA: 08/08, às 18hs

Local: Instituto de Artes da Unesp (Próx. ao metro Barra Funda) chamamos os coletivos, movimentos sociais, DCEs, Cas a somar forçar para realização deste Ato/Plenária Contra a Repressão.

https://www.facebook.com/events/495814347177104

Abaixo a repressão:

Liberdade imediata aos presos políticos
Fim dos processos contra estudantes e trabalhadores
Fim do genocídio da população negra, dos trabalhadores do campo e indígenas

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.