Boletim do Comitê de Mobilização

Na assembléia da última quarta-feira, 10/07, foi rechaçado o contrato com o Torricelli-Anhanguera, uma das propostas apresentadas foi a da entrega de uma carta à direção acadêmica, a mesma solicitava acesso ao contrato de locação (que não foi divulgado) e exigia o posicionamento da diretoria acadêmica sobre os processos administrativos e criminais contra os estudantes. O DCE posicionou-se a favor da ida para o Torricelli no momento em que sequer existe conhecimento do documento de locação. O mais grave em toda essa situação é a postura do DCE, que encerrou a assembléia sem o consentimento da plenária e votação dos encaminhamentos.

Tendo em vista que nos últimos tempos as decisões estão sendo tomadas sem clareza e sem ampla participação da comunidade universitária, nós, estudantes, precisamos discutir sobre a situação em que nos encontramos: contrato, transporte, moradia, processos e assim deliberar coletivamente sobre essas pautas.

Todos e todas à Assembléia Geral De Estudantes

Quarta-Feira, 17/07 às 18h.

Pátio Central 

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.