FIFA credencia Disciplina de Medicina Esportiva e Atividade Física da EPM/Unifesp

Cerimônia oficial de acreditação será no dia 01 de julho de 2013, às 10h30 

A Disciplina de Medicina Esportiva e Atividade Física do Departamento de Ortopedia da Escola Paulista de Medicina da Unifesp (EPM/Unifesp) passa a ser acreditada pela FIFA, órgão máximo do futebol mundial, como Centro Médico de Excelência no Brasil para tratamento e acompanhamento  de jogadores de futebol. E  vem se somar ao já constituído Centro Médico  de excelência FIFA do Departamento de Ortopedia e Traumatologia  da USP, para juntos, de forma pioneira, realizarem atividades relacionadas ao ensino, assistência e pesquisa na área do futebol sob a coordenação do Escritório Médico da FIFA. Em todo o mundo são 34 Centros, sendo o FC Barcelona o primeiro clube a receber esta acreditação em 2013.
O objetivo é que cada jogador saiba a quem se dirigir quando o assunto é saúde. Quando um atleta está lesionado, ele geralmente quer retornar ao esporte o mais cedo possível. Muitas vezes essa não é a melhor solução, e um médico que lhe permite retornar prematuramente nem sempre é o especialista mais adequado. “O melhor é o jogador voltar na hora certa, depois de uma recuperação plena. Isso garante que ele continue a praticar o esporte por muitos anos”, ressalta Moisés Cohen, coordenador do Centro FIFA – Unifesp e chefe do Departamento de Ortopedia e Traumatologia da EPM/Unifesp.
Como regra, a FIFA credencia centros estabelecidos que tenham demonstrado liderança em medicina do futebol. Nesses centros, o jogador vai encontrar uma equipe de especialistas de diferentes ramos trabalhando juntos para proteger a sua saúde e o seu bem-estar. Este tratamento exige muita experiência e precisão não só em diagnósticos e no tratamento das lesões, mas também no pós-tratamento. Além disso, o profissional deve dominar vários quesitos: prevenção de lesões e doenças, treinamento mental, dietas e antidoping.
Todos os centros têm de passar por um rigoroso processo seletivo. O credenciamento é concedido por um período de cinco anos, durante o qual todos os centros fazem relatórios anuais das suas atividades.
Para alcançar essa acreditação, a FIFA levou em consideração a completa estrutura hospitalar da EPM/Unifesp, a intensa produção científica e o histórico de compromisso dos profissionais com atletas. “A dedicação dos nossos profissionais à prevenção de lesões e proteção à saúde dos jogadores foi fundamental nesse processo de certificação”, comemora Cohen.
A cerimônia oficial de acreditação da Disciplina de Medicina Esportiva e Atividade Física do Departamento de Ortopedia e Traumatologia da EPM/Unifesp será no dia 01 de julho de 2013, às 10h30 no anfiteatro Leitão da Cunha (Rua Botucatu, 740). Confirmada a presença do Prof. Jiri Dworak, chefe do escritório médico da FIFA e Presidente do F-Marc, bem como atletas, autoridades governamentais e esportivas.
Fonte: SEGS
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.