Belo Monte: manifestação para leitura da carta de reivindicações

Antes de ler a carta de reivindicações o povo Munduruku organizou um grande ato na entrada do canteiro de obras Belo Monte. Em marcha e cantando canções Munduruku os índios caminharam do escritório central da empresa, onde estão alojados até a portaria principal, onde estavam os fotógrafos e jornalistas. Mulheres e crianças caminharam a frente da marcha carregando faixas de protesto contra a falta de diálogo com o Governo Federal. Este foi o 5 dia de ocupação indígena no Sítio Belo Monte. Além de pedir a suspensão das obras da hidrelétrica de Belo Monte, os índios exigem que seja feita consulta aos povos da região do Complexo Tapajós antes de decidir sobre a construção de barragens previstas para estes rios.

Esse post foi publicado em Movimentos Sociais. Bookmark o link permanente.